Persona: por que é importante criá-las em seu negócio.
Equipe ACIC
Equipe ACIC
Tradicional instituição empresarial de Campinas, fundada em 1920 e com mais de 2.500 empresas associadas, a ACIC apoia o desenvolvimento das empresas por meio de seus 3 pilares para soluções empresariais: Redução de Custos, Oportunidades de Negócios e Educação Empreendedora.

Persona: por que é importante criá-las em seu negócio.

A utilização de personas é muito relevante para que as vendas e construções de comunicações sejam mais assertivas e de sucesso. Veja como criar a persona para o seu negócio.

Quem trabalha com Marketing Digital possivelmente já ouviu a pergunta de quem é a persona a ser atingido. Saber a respeito disso, é um passo muito importante para as estratégias da empresa, tanto no sentido de entender melhor sobre o seu cliente quanto na criação de conteúdo voltado a base de compradores. 

Para que a comunicação seja assertiva e segmentada, é muito importante que o cliente seja representado por uma persona, que é uma criação fictícia de um consumidor ideal para o negócio. As informações são medidas a partir de dados reais e com as características demográficas, gostos pessoais, cargo, formação e até mesmo secundários como, objetivos e desafios.    

A qualificação de informações da persona é muito importante, pois, é possível definir se será necessária a criação de apenas uma persona ou de várias. Dessa forma, será mais fácil fazer a direção de temas para públicos específicos. Mas lembre-se não exagere na quantidade de personagens criados.  

Se você tem dúvidas de quem é sua persona ou ainda se confunde com esse assunto, continue lendo este artigo para entender um pouco mais. 

O que é persona? 

Como já foi explicado acima, a persona é a criação de um consumidor fictício que é o modelo de consumidor ideal para determinado estabelecimento. Eles são baseados em pesquisas de pessoas reais, auxiliando a tomada de decisão do marketing e de produção dos conteúdos para e-mails e blog, por exemplo. 

Muitas vezes, as personas são confundidas com público-alvos, mas, elas possuem algumas diferenças.

O público-alvo fornece informações mais amplas e básicas a respeito dos clientes que você tem, como, sexo, idade e cidade, ou seja, é uma parcela abrangente do grupo que a empresa costuma vender. 

Já a persona, permite que seja explorado outros dados, por meio de informações repassadas pelos clientes, sendo essas, pessoais, como, gostos, estilo de vida e bairro que reside, portanto, é a representação da pessoa ideal para realizar vendas. 

É possível investigar mais detalhes e aperfeiçoar o perfil. Outros dados que podem ser pesquisados são: medos, virtudes, entre outros filtros. Com isso, conseguimos criar uma comunicação específica, por exemplo, para a Maria da Silva, uma persona feminina, de 29 anos, que trabalha como advogada, é formada há 5 anos, gosta de acompanhar as tendências da moda, utiliza roupas sociais por conta do trabalho. É mais fácil identificar as preferências desse perfil do que de um público em maior quantidade. 

Como definir uma persona?  

A criação pode ser feita por meio de dois métodos, um deles mais simples, é bom e útil e-mail, inclua nele um formulário para que o cliente possa responder perguntas objetivas e de múltipla escolha e um campo livre no final para opiniões. Pergunte ao máximo para conseguir extrair informações precisas e montar uma persona mais próxima de quem seria o consumidor ideal. 

Outra forma de realizar a pesquisa, é com entrevistas, neste modo, procure selecionar os clientes mais influentes, que realizam maiores compras e com frequência, também os que mais interagem via redes sociais. 

Pense em perguntas assertivas, conforme o perfil citado acima, além disso, faça que a conversa seja fluída, e não um interrogatório. Intercale as perguntas que tenham respostas fechadas (sim ou não) com perguntas para respostas abertas (dissertativa), deixando espaço para que o entrevistado possa abordar outros assuntos. A aproximação nesse caso, pode ser feito com mensagens privadas nas plataformas online, e pela página da empresa.   

Crie a Persona

    Depois de levantar os dados dos clientes, é a hora de realizar a análise e verificar quais os pontos mais parecidos entre os entrevistados. Com base nas respostas é que serão criadas as personas. Cada uma delas precisam ter no mínimo as seguintes respostas: 

  • Idade;

  • Cargo;

  • Hábitos;

  • Desafios;

  • Estilo de vida;

  • Hábitos de compra;

  • Quais mídias preferem.

    A nomenclatura das personas, é muito importante, pois, fica mais fácil para promover debates internos, como, por exemplo, definir o melhor produto ou meio de atendimento para o João Paulo. 

Isso com certeza vai facilitar diversos processos na hora da venda, são eles, saber quais os produtos ideais para ela, ou até mesmo oferecer a melhor forma de pagamento. Se ela possui um ticket baixo, a empresa pode oferecer parcelar em até 4 vezes no cartão de crédito, por exemplo. 

    Para entender mais sobre varejo entre em contato conosco no e-mail: atendimento@acicampinas.com.br, telefone (19) 2104-9200 ou WhatsApp (19) 99607-7604 e veja mais sobre a gama de cursos voltados aos empreendedores desse segmento.


Equipe ACIC| varejo, persona, desenvolva empreendedor, escola de negócios, escola de negócios acic

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados